Documento de Identidade Digital (DNI)

Anuncie sua vaga.

  

Novo documento digital deve reunir dados do RG, CPF, Carteira de Motorista, Certidão de Nascimento e Título de Eleitor.

É inegável que, nos dias atuais, a tecnologia tornou-se algo essencial na vida dos seres humanas, isto é, em várias atividades que são realizadas durante o dia. A verdade é que, a cada dia que passa, as pessoas estão mais e mais dependentes desse tipo de recurso tecnológico. Isso porque elas tentam acompanhar os avanços e as evoluções que estão presentes no mercado de produtos eletrônicos, especialmente o celular.

Sendo assim, tarefas que antes requeriam mais tempo para serem concluídas ou senão dependiam de passar por muitas etapas burocráticas para serem concluídas, nos dias de hoje, para serem realizadas, muitas vezes basta apenas que seja dado um clique.

Mesmo que a sociedade atual possa provar de tais avanços que as gerações passadas não podiam fazer a mínima ideia que pudesse existir, até o momento, tudo o que já experimentamos é muito pouco perto dos avanços grandiosos que realmente a ciência tecnológica ainda é capaz de fazer.

Sim! Embora os serviços tecnológicos que temos à disposição de nossas necessidades sejam inúmeros e tragam bastante facilidade no cotidiano, por otimizar e facilitar a execução dessas tarefas, ainda é possível desenvolver ferramentas e aplicativos que possam melhorar ainda mais a nossa experiência com a tecnologia e nos aproximar ainda mais de executar nosso dever de cidadão. Quer saber como? Então não deixe de acompanhar as informações a seguir.

Ano passado, houve um grande progresso no que rege a Carteira Nacional de Habilitação. Isso porque, a CNH passou a possuir a sua versão digital. Dessa forma, os condutores, além de possuírem a versão original do documento, também poeriam ter acesso à CNH em um formato digital, bastando para isso, apenas possuir os dados pessoais cadastrados em aplicativo fornecido pelo DETRAN. Sabe-se que a medida ainda é restrita apenas para algumas cidades e Estados do país. No entanto, acredita-se que ainda, muito em breve, esse documento em uma versão digital possa servir como substituto do documento de papel. Vale ressaltar que possuir a carteira de habilitação ainda é algo fundamental, porém, se caso, por algum motivo, o condutor esquecer de levá-la, com o aplicativo em mãos e lembrando dos números de CPF, bem como a senha que dá acesso as informações da habilitação, isso já poderá ser suficiente para que a CNH seja reconhecida por uma autoridade de trânsito.

Um bom exemplo disso é a Carteira Nacional de Habilitação, que ganhou uma versão digital, que acabava com a obrigação que o condutor do veículo, em determinadas situações e locais do país, tivesse que andar com o documento original. Desse modo, para possuir a versão digital, basta apenas que o condutor do veículo possua um aplicativo no celular. Acredita-se que ainda em 2018 esse documento eletrônico possa valer por todo o país.




Mas agora, chegou o momento da DNI, ou seja, Documento Nacional de Identidade ganhar o seu formato digital.

É isso mesmo, a julgar por algumas notícias que saíram recentemente, ao que parece, já desenvolveram um formato de documento digital que reúne outros dados e documentos especiais que são de grande importância para que se identifique o cidadão. Desse modo, o plano ambicioso visa coletar dados de documentos como CPF, Certidão de Nascimento, Carteira de Habilitação, Título de Eleitor e RG, bem como outras informações de caráter privado, reunidas em um só documento, que pode tornar-se acessível somente para o dono.

Sendo assim, com apenas alguns clique e uma senha, o cidadão pode ter acesso a todos os documentos que precisa, de forma rápida e sem haver grandes complicações.

Apesar de já ter sido criado, no momento, esse documento digital ainda está passando por fases de testes. No entanto, ao que parece, esses testes estão dando muito certo, uma vez que os responsáveis pelo desenvolvimento e criação desse aplicativo estão confiantes que logo em breve, isto é, julho deste ano, os cidadãos que desejarem possuir o documento no formato digital já devem poder realizar o cadastro de suas informações pessoais na plataforma, que deve estar disponível por meio do Governo Federal após ser dada com encerrada as fases de testes. Sendo assim, será possível baixar o aplicativo em telefones celulares Android ou iOS.

Assim que o cadastro for realizado, ocorrerá o envio das informações para o sistema e a partir disso, o dono do celular receberá uma notificação para que ele possa comparecer a um cartório eleitoral e, dessa forma, possa realizar a verificação dos dados fornecidos na hora do cadastro, isto é, nada mais que conferir se as informações pessoais fornecidas estão de acordo com aquelas dos documentos oficiais.

Ana Paula Oliveira Coimbra




Post Comment