Como Consultar Valores a Receber nos Bancos


Saiba aqui o que fazer para consultar e resgatar o dinheiro esquecido em bancos.

Preste atenção neste comunicado que o Banco Central fez recentemente. Muitas pessoas podem ter um dinheiro e não estão sabendo disso. O Banco Central afirma que há cerca de R$ 8 bilhões à espera dos donos.


Segundo o levantamento feito pelo BC, são mais de 8 bilhões que estão parados aguardando apenas o resgate. Esse número foi levantado no ano de 2021. Os valores referem-se a cobranças feitas de forma indevida ou mesmo a contas que foram esquecidas de poupança. Podem ter direito a devolução também pessoas que possuem cotas de capital, associados de cooperativas de crédito ou de consórcios já extintos.


Valores podem chegar em boa hora

No momento atual, onde tantos passam por dificuldades financeiras, grande parte delas causadas ou agravadas pela pandemia, essa pode ser uma boa notícia para muitos brasileiros. Se você quer descobrir se faz parte desse grupo, que tem dinheiro considerado esquecido em alguma instituição bancária, pode fazer a consulta de qualquer lugar. Não será preciso nem mesmo sair de casa ou enfrentar longas filas. Basta apenas ter acesso à internet e o processo é bem simples. O Banco Central disponibilizou um site para que todos possam entrar e descobrir se têm alguma quantia a ser devolvida.


Por isso, não perca tempo e veja como deve agir.


Passo a passo para verificar se valores a receber

Inicie buscando o site do Banco Central. A próxima ação deve ser entrar na seção denominada "Minha Vida Financeira". Em seguida, você deve clicar em "Valores a Receber" e logo depois vá para "Consulta ao Relatório Valores a Receber". Feito isso, entre em "Iniciar Consulta". Neste momento, é preciso inserir o CPF e esperar até que venha a resposta sobre se há algum valor a ser recebido ou não.

Se a resposta for afirmativa, o movimento seguinte será para saber quanto é e onde se encontra o seu dinheiro (em que instituição financeira está guardado). O processo é realizado através do Portal do Registrato, do Banco Central.

Como fazer para ter acesso ao Portal Registrato

Caso você já tenha um cadastro anterior, basta apenas fazer o login, utilizando sua senha de acesso. Se ainda não possui o cadastro, será necessário fazer um, criando com um e-mail e senha.

Após entrar no sistema, digite seus dados pessoais corretamente. O sistema irá gerar uma frase de segurança. Acesse o site da instituição bancária onde está o seu dinheiro, clique em Registrato e cole a frase recebida. Terminado o procedimento, retorne ao Banco Central e finalize o cadastro para poder receber o valor.

Como acontece a devolução do dinheiro para o cliente

Para receber, é bem simples. Volte ao Registrato, e vá para seção "Valores a Receber". Encontrando o aviso "Solicite aqui", é só clicar e realizar o pedido. O dinheiro será devolvido ao cliente por meio do Pix, TED ou DOC. O valor cai na conta que este possui, sem necessidade de sair de casa. O prazo estipulado para a devolução é de no máximo 12 dias úteis.

E se o aviso não chegar

Caso aconteça do cliente não ser notificado sobre a transferência, este deve buscar contato com o seu banco para que possa acertar a devolução do valor a que tem direito.

Sistema fica fora do ar

Desde que o BC anunciou o serviço, muitas pessoas relataram dificuldades para acessar o sistema. O Banco Central se manifestou a respeito deste problema dizendo que o número de acessos na segunda-feira foi acima do que estava sendo esperado. Segundo informações da Instituição, o sistema já está passando por ajustes para melhorar e ampliar o atendimento. O prazo para que isso aconteça não foi estipulado.

Mesmo com a instabilidade do sistema, segundo o Banco Central, 79 mil pessoas tiveram condições de acessar o site nos dois primeiros dias de atendimento. Dessas, 8,5 mil tiveram concluídos os pedidos de devolução do valor a que têm direito. São aproximadamente R$ 900 mil que vão ser transferidos para as contas dos respectivos donos.

Os clientes que ainda não conseguiram realizar a consulta não precisam desanimar, devem apenas aguardar até que o site volte a sua normalidade. Mesmo que a quantia não seja alta, se é sua, deve ser devolvida.


Henri Silva


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.