Pagamentos do INSS 2022 – Calendário dos Benefícios com Final 1


Confira aqui o calendário com as datas de pagamento da Aposentadoria 2022 para benefícios com final 1.

Recentemente foram divulgadas pelo Governo Federal as novas informações a respeito do reajuste do salário mínimo para 2022, que passou a ser de R$ 1.212,00. Com isso, foi possível prever o teto de benefícios do INSS, que está diretamente ligado aos aumentos do salário mínimo. Nesse sentido, de acordo com as informações veiculadas, o novo teto é de R$ 7.088,50.


Diante disso, o Instituto Nacional do Seguro Social conseguiu divulgar o seu calendário para os pagamentos destinados a aposentados e pensionistas ao longo de todo o ano de 2022. O cronograma liberado pelo órgão revela todas as datas previstas para o ano e destaca quais serão os critérios para receber.


Vale mencionar que o recebimento, tanto para aposentados quanto para pensionistas, está condicionado ao último dígito do cartão de beneficiário do INSS. Isso acontece tanto para as pessoas que recebem até um salário mínimo quanto para aquelas que recebem valores superiores a isso.


Assim, a título de ilustração, é interessante destacar que uma pessoa que possui a conta com o número 987.654.321-0 não deve considerar o zero como o último número do seu cartão, visto que ele é o dígito da conta. Nesse caso, deve-se considerar o 1 para conseguir visualizar corretamente o cronograma de pagamentos do INSS.


Então, seguindo essa lógica, as pessoas cujo cartão termina em um receberam o seu primeiro benefício no dia 25 de janeiro, o primeiro previsto para os pagamentos do INSS. Os demais seguirão as datas dispostas a seguir:

21 de fevereiro, 25 de março, 25 de abril, 25 de maio, 24 de junho, 25 de julho, 25 de agosto, 26 de setembro, 25 de outubro, 24 de novembro e 23 de dezembro. Entretanto, vale lembrar que as datas dispostas aqui são relativas aos beneficiários que recebem menos de um salário mínimo.

No que se refere às pessoas cujo benefício ultrapassa este valor, é preciso destacar que elas serão pagas juntamente com aquelas cujo cartão de beneficiário termina no digito 9. Assim, o primeiro pagamento aconteceu ainda no dia 03 de janeiro e os demais seguirão as datas discriminadas a seguir:

01 de fevereiro, 03 de março, 01 de abril, 02 de maio, 01 de junho, 01 de julho, 01 de agosto, 03 de setembro, 03 de outubro, 01 de dezembro.

Atualmente, o INSS conta com mais de 36 milhões de beneficiários, de modo que essa divisão se faz necessária para fins organizacionais e também para evitar aglomerações, uma medida ainda indicada pelos órgãos de saúde para evitar a propagação da Covid-19 no território do Brasil.

Os pagamentos em questão estão seguindo o mesmo padrão de anos anteriores e, portanto, quem já recebia anteriormente já tem conhecimento do funcionamento e sabe o que fazer para conseguir receber. Além disso, vale pontuar que o Benefício de Prestação Continuada e as pessoas com deficiência física não terão condições diferentes de pagamento e também seguirão o cronograma dos dígitos do cartão.

Vale ressaltar que os benefícios do INSS são ligados à Previdência e garantidos a segurados-contribuintes como uma forma de substituição de renda. Portanto, podem ser aplicáveis em vários contextos diferentes. Entre esses possíveis contextos nos quais alguém passa a ter direito a receber o benefício em questão está a perda da capacidade de trabalhar, independente do motivo.

Portanto, tanto pessoas que sofreram acidentes que limitaram a sua capacidade de executar as suas funções quanto aquelas que estão doentes podem ser beneficiárias do INSS. Além disso, o pagamento também é garantido em situações como gravidez ou uma eventual prisão.

Por fim, vale ressaltar que o órgão também realiza o pagamento em casos de morte e de velhice do segurado-contribuinte. Então, se você se encaixa em uma dessas categorias e ainda não está recebendo, procure verificar.


Amanda Guimarães Faria


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.