Expectativa de vida dos brasileiros aumentou em 2018 e, com isso, houve mudanças na aposentadoria pelo INSS.

A expectativa de vida do brasileiro teve um leve crescimento e chegou a média de 76 anos. É o que mostra a tabela de mortalidade de 2017, apresentada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O que, em tese, representa uma necessidade de trabalhar por mais tempo, que agora será de mais 54 anos, aproximadamente.

Divulgada sempre ao fim de cada ano, a tabela confirma que a população está mais longeva. Em 2016 essa média era de 75,8 anos. Em 2015 era de 75,2 anos. Essa é a justificativa para a revisão do fator previdenciário pelo INSS, que também ocorre anualmente. O intuito é calcular o valor das aposentadorias por tempo de contribuição, ou seja, se ele está vivendo mais, terá o benefício inicial menor, uma vez que passará mais tempo recebendo o benefício.

A lógica por trás do fator previdenciário estimula o trabalhador a adiar o pedido de aposentadoria. Dessa forma ele contribui por mais tempo para o INSS e o valor recebido tende a ser maior, já que terá mais idade e passará menos tempo recebendo.

Como funciona o cálculo?

O fator previdenciário é um multiplicador. Quando o contribuinte tem menos de 60 anos esse fator é menor que 1 e ao ser multiplicado pela média de 80% das maiores contribuições o benefício é reduzido. Quando o contribuinte é mais velho esse fator fica maior do que 1 e quando multiplicado pela média dos recolhimentos, eleva o valor da aposentadoria.

Veja alguns exemplos:

Uma mulher de 50 anos que contribuiu 30 anos solicita a aposentadoria. O fator previdenciário vai penalizá-la de acordo com a renda. Supondo que essa renda seja de R$ 3.000, ao solicitar o benefício essa renda mensal seria de apenas R$ 1.727,94 devido ao fator previdenciário.

Com a mudança na tabela o cálculo seria mais avassalador. Como a expectativa de vida aumentou, o benefício inicial cai de acordo com o aumento da tabela de mortalidade, chegando a 0,66% por mês (R$11,33 por mês). De acordo com o exemplo anterior esse valor será de R$ 1.716,61. Na prática ela terá que contribuir mais tempo (e não se aposentar) para aumentar esse valor.

Em contrapartida, o trabalhador que passou dos 60 anos pode ter uma situação um pouco melhor com o fator previdenciário acima de 1. Vamos supor que um homem de 65 anos de idade que ganha os mesmos R$ 3.000 e contribuiu por 45 anos para o INSS solicite a aposentadoria. Com essa idade e tempo de contribuição sua renda será de R$ 3.567,18.

Mesmo assim as alterações na expectativa de vida levaria um pouco do rendimento do contribuinte. A partir de agora essa renda seria de R$ 3.529,03, o que representa R$ 38,15 (equivale a -1,07%) a menos por mês em relação ao valor que deveria receber conforme a tabela de 2016. Para ter o mesmo benefício que teria no cálculo anterior de R$ 3.567,18 seria necessário trabalhar por mais tempo.

Comparando as tábuas de mortalidade dos anos de 2016 e 2017 do IBGE, o aumento na perspectiva da população brasileira foi de 54 dias. Na faixa de 39 a 59 anos de idade, o aumento de idade foi de 73 dias, enquanto na faixa acima dos 60 anos esse aumento foi de somente 36 dias. Por isso é preciso trabalhar mais dias para aumentar o valor do benefício.

No início de janeiro de 2019 o INSS divulga a nova tabela de reajustes para o benefício. A perspectiva é que esse aumento gire em torno dos 3,3% para o ano que vem, de acordo com a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), votada pelo Congresso este ano. Percentual um pouco acima de 2018 quando o reajuste foi de 2,07%.

Por Robson Quirino de Moraes

Aposentadoria


Confira os principais pontos do Estatuto do Idoso.

A Lei de número 10.741, da data de primeiro de Outubro de 2003, ou mais popularmente conhecida como o Estatuto do Idoso, possui um total de 118 artigos em todo seu contexto.

Sua importância ganha cada vez mais relevância, principalmente nos tempos atuais, pois assegura de forma clara os direitos dos cidadãos acima de 60 anos.

Por ser muito extensa (e complexa), enumeramos abaixo os principais pontos compilados e relatados a partir do próprio site do Senado Federal (www12.senado.leg.br) com o intuito de informar a todos seus interessados

Principais Pontos da Lei

  1. Prioridade no atendimento junto a todos os órgãos privados e públicos que tem como premissa principal alguma prestação de serviço básico para toda população.
  2. O Poder Público tem por obrigação fornecer medicamentos gratuitos, tanto o de uso contínuo como também os demais recursos relativos a quaisquer tipos de tratamentos e reabilitações.
  3. É terminantemente proibido quaisquer tipos de descriminação por parte dos planos de saúde vigentes na parte de cobranças diferenciada em vista desta idade.
  4. Existe o entendimento da necessidade da criação de cursos e também da inclusão do idoso nas novas técnicas de comunicação em vista dos constantes avanços da tecnologia existentes no mercado.
  5. É direito do idoso o desconto prévio de 50% em quaisquer atividades tanto de lazer como também culturais.
  6. Não deve existir a descriminação de nenhuma espécie ao idoso em qualquer tipo de emprego, serviço ou mesmo trabalhos, com exceção de casos específicos em vista do tipo do cargo pleiteado.
  7. Para concursos públicos o primeiro critério para desempate é a idade mais avançada.
  8. Ciência e principalmente o estimulo da contração de idosos pelas empresas.
  9. Existe a obrigação do reajuste ou correção das aposentadorias em data igual ao reajuste do salário base nacional (salário mínimo).
  10. Obrigação de concessão de ao menos um salário mínimo todo o mês para quaisquer idosos acima dos 65 anos, desde que comprovem que não podem dar sustento a sua família ou a sua subsistência.
  11. O idoso tem prioridade na aquisição de imóvel com vista a ser sua própria moradia em todos os programas governamentais existentes a área da habitação.
  12. Total gratuidade nos transportes públicos para todos idosos acima dos 65 anos.
  13. Disponibilização de ao menos dois assentos (duas vagas) para transporte de ordem interestadual para qualquer idoso que comprove ter uma renda mínima mensal de no máximo dois salários mínimos.
  14. Obrigatoriedade na reserva de ao menos 5% de todas as vagas em estacionamentos de quaisquer tipo.

Fora estes 14 pontos, ressaltamos também sete pontos principais que preveem a punição para a qualquer cidadão que aflige a população idosa.

  1. Descriminação total do cidadão com idade avançada, tanto no acesso aos meios de transporte como também nas operações de ordem bancária.
  2. É crime não prestar assistência a pessoa idosa, também é crime recusar a assistência ou mesmo dificultar a ajuda de terceiros.
  3. Não é permitido o abandono, tanto em hospitais com em casas de repouso ou de saúde ou quaisquer entidade que pode caracterizar longas jornadas permanência do idoso.
  4. Submeter quaisquer idosos ao perigo ou mesmo condições que aflijam sua integridade física e psíquica, não sendo permitido também priva-lo de alimentos e cuidados básicos necessários.
  5. Não é permitido se apropriar de quaisquer bens ou proventos que caracterizam a pensão do idoso.
  6. É considerado crime a indução de qualquer cidadão de idade avançada na outorgar através de uma procuração de seus bens sem o seu pleno conhecimento.
  7. Também é considerado crime coagir de qualquer maneira as outorgas das procurações de qualquer tipo para fins escusos ou de natureza indevida.

Por C. B.

Estatuto do Idoso


Confira onde fazer um curso de cuidados de idosos com qualidade e reconhecimento.

Um mercado de trabalho que vem crescendo cada vez mais é o de cuidador de idosos. E, sabendo disso, são necessárias cada vez mais pessoas especializadas e capacitadas para o cuidado da terceira idade, tanto aquelas que possuem ou não necessidades especiais durante a sua rotina.

Sabendo disso, preparamos uma lista de alguns locais que oferecem a formação necessária para o acompanhamento de uma velhice saudável. Vale lembrar que as ofertas variam de semestre para semestre e, portanto, é necessário entrar em contato com a instituição para mais informações sobre inscrições, valores, entre outros.

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC)

O SENAC oferece um curso para cuidador de idosos em diversas unidades da instituição espalhadas pelo Brasil, como no Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul. Com carga horária total de 160 horas, o mesmo desenvolve todos os conhecimentos do participante no que diz respeito ao processo do envelhecimento normal e, também, em outras situações que possam estar relacionadas à velhice.

Com ele, o aluno poderá estar preparado para todas as necessidades e as expectativas de seus clientes, de forma a prestar uma assistência eficaz e correta. Aumenta-se, com isso, a qualidade de vida de todos os indivíduos envolvidos.

Para saber mais sobre o curso e as unidades em que ele está sendo ministrado, basta acessar o site da instituição, no endereço eletrônico http://www.senac.br.

Microlins

O curso de cuidador de idosos da Microlins traz uma metodologia bastante diferenciada, já que o estudante passará por dois módulos, um de 48 horas de curso voltado para a área e mais 12 horas de Atendimento ao Cliente. Isso acontece, pois o trabalho com os idosos requer diversas habilidades específicas para que seja prestado o melhor atendimento ao cliente.

Com essa característica que agrega valor ao curso, a Microlins preparou o seu curso focado no atendimento de sua demanda no mercado, priorizando sempre a excelência em seu serviço. Com o curso será possível aprender sobre como dominar as funções principais da profissão, como acomodações, procedimentos para banhos, entre outras atividades afins.

A duração do curso é de seis meses (meio ano). Ao final do mesmo, você estará pronto para dar toda a assistência necessária para os que estão na melhor idade e que precisam de tanta dedicação e carinho.

Para mais informações, basta acessar o portal https://www.microlins.com.br/cursos/saude/cuidador-de-idosos e tirar as suas dúvidas.

Profissionalità

Quem reside no Estado do Rio Grande do Sul e quer realizar um curso como cuidador, precisa saber que a Profissionalità está com algumas matrículas abertas nas cidades de Porto Alegre, Novo Hamburgo e Viamão. Com duração de 32 horas, as aulas são voltadas para o desenvolvimento de todas as capacidades do participante nos cuidados com pessoas idosas, identificando os principais processos e as situações que estão relacionadas ao seu envelhecimento.

Sendo assim, o aluno estará apto para identificar as necessidades, prestando a ajuda correta e contribuindo para a melhor qualidade de vida de cada indivíduo. Após formado, a atuação do profissional poderá ser em clínicas de repouso, asilos ou, ainda, nos lares de uma pessoa em específico.

Para mais informações e para se inscrever, o endereço é o http://professionalita.com.br/courses/cuidador-de-idoso.

Unialcance

A Unialcance é outra ótima opção para o curso, já que a carga horária é de 120 horas e qualifica o aluno profissionalmente para a área da saúde, com foco para o trabalho com os idosos. Durante as aulas, o estudante irá aprender mais sobre os conceitos da área, bem como as noções sobre envelhecimento, aspectos clínicos, cuidados gerais e outros como saúde dentária, nutrição, segurança, psicologia, reabilitação, e muito mais.

Todo o plano de ensino e outras informações importantes podem ser vistas no site http://unialcance.com.br/cursos/cursos/comerciais/curso-especifico/cuidador-idosos/cuidador-idosos.html.

Como se pode ver são diversas as opções existentes para quem busca se aperfeiçoar nessa área. E o mercado de trabalho nesse sentido somente tende a crescer.

Isso se dá principalmente porque, conforme dados de 2017 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, em menos de uma década, o aumento no número de idosos no Brasil foi de 8,5 milhões de pessoas.

E as estimativas do instituto são de que, futuramente, o crescimento não seja apenas no total de pessoas na terceira idade, mas também na participação delas em todo o conjunto que compõe a população brasileira. Com isso, passar-se-ia dos 8% identificados no ano de 2000 para os quase 19% em 2030.

Portanto, essa é a sua chance de se profissionalizar em uma área em forte expansão. Inscreva-se já.

Por Kellen Kunz


Confira os modelos de smartphones ideais para idosos, com suas funcionalidades e praticidade.

A tecnologia invadiu o mundo de tal forma que não existe mais um perfil único de seus usuários. Todos estão conectados uns com os outros, fazendo com que o próprio celular já faça parte do corpo, tornando-se indispensável.

E com a população que se encaixa na terceira idade não é diferente, já que essa não quer ficar de fora de tantas inovações. Porém, com o passar dos anos, é possível notar que os sentidos do corpo já não são mais iguais aos de antigamente, exigindo que os aparelhos voltados para esse público sejam mais bem adaptados e específicos para a sua utilização.

Sendo assim, o manuseio do smartphone precisa ser fácil, prático e, principalmente, atender bem às suas exigências. Algumas características a serem avaliadas nesse sentido são: tamanho da tela, teclas com espaços maiores, sinais sonoros para o dia a dia, entre outros.

E pensando nisso, nós separamos alguns modelos ideais para os idosos. Na hora da decisão e escolha, é importante se atentar àquele que mais se adequa a cada realidade.

Celular x Smartphone

Para o ranking que fizemos, levamos em conta somente os smartphones. Por isso é fundamental, antes de qualquer coisa, diferenciar cada uma das categorias.

Como bem se sabe, hoje os aparelhos telefônicos são muito mais do que um dispositivo para fazer e receber ligações. Eles possuem diversos outros atrativos, como aplicativos, acesso à internet e outras distrações.

Esses são os chamados smartphones, que possibilitam o acesso às redes sociais, melhorando inclusive o contato familiar, educacional e social do idoso. Além disso, outro item a avaliar em um smartphone é que eles trazem uma tela mais dinâmica e colorida, incluindo a câmera.

Por outro lado, os celulares são aqueles aparelhos mais simples, somente com funções básicas de utilização, como envio de SMS, ligações, etc. Essa é uma opção válida, desde que o idoso não tenha o interesse em muitos recursos durante a sua utilização para a comunicação com outros indivíduos.

Sabendo disso, vamos aos quatro modelos mais indicados de smartphones para você avaliar a sua compra. Lembrando que existem inúmeros outros disponíveis no mercado, alguns superiores ou até inferiores.

1. Moto X Play

O Moto X Play é um smartphone com uma tela em tamanho ideal de 5.5 polegadas, se tornando bastante atrativo para os seus usuários. Isso porque o mesmo permite uma visualização mais fácil das informações, com ícones e letras maiores.

O seu processador é ótimo para o download dos famosos aplicativos, incluindo aqueles que são mais pesados. O aparelho se torna, portanto, uma boa possibilidade para o lazer, desenvolvendo algumas funções cognitivas do idoso.

Além disso, por ter um sistema potente, a garantia é de que o Moto X Play não irá travar facilmente, evitando aqueles indesejáveis transtornos com a manutenção.

Moto X Play

2. Samsung Galaxy J7 Prime

Buscando uma tela grande e uma interface na página inicial somente com os ícones fundamentais? O Galaxy 7 pode ser uma grande opção, já que a tela é de 5.5 polegadas e sua organização é prática.

Além disso, o modelo tem uma capacidade ótima para o armazenamento. Então, ele garante o download de seus app e o arquivamento das suas fotos.

Samsung Galaxy J7 Prime

3. LG G4 Stylus

O smartphone da marca LG possui uma tela límpida e grande, permitindo que seja adaptada a letras de tamanho grande. Além disso, para quem tem a dificuldade no manuseio e digitação de palavras com os dedos, o telefone vem acompanhado de uma caneta que facilitará a digitação e o uso dos aplicativos.

LG G4 Stylus

4. Multilaser MS50 Senior

Diferentemente das opções específicas levantadas para os demais modelos apresentados, a Multilaser trouxe um aparelho smartphone que foi desenvolvido de forma especial para o público da terceira idade. Com tela de 5 polegadas e funções totalmente em touchscreen (toque no visor), os ícones são bem grandes e o teclado no formato acionado ocupa praticamente toda a tela, permitindo de maneira fácil a digitação.

Em relação às câmeras, há uma frontal e outra traseira. Já a capacidade para armazenamento é ideal para guardar tudo que se precisa.

Multilaser MS50 Senior

Diante de tantas opções, pode ficar difícil escolher a melhor. Por isso, pesquise bastante e tome a melhor decisão.

Por Kellen Kunz


O aposentado poderá sacar o seu FGTS a qualquer momento, sem que precise observar as datas que foram estabelecidas pelo Governo.

Para quem ainda não sabe, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, também conhecido como FGTS, é um direito muito importante do trabalhador. Recolhido mensalmente por cada empregador, ele vai para um fundo.

Sempre que o Governo libera o seu saque, é seguido um calendário que precisa ser respeitado por cada cidadão. O que poucos sabem, todavia, é que as regras são diferentes para os aposentados.

Uma das grandes distinções é a de que, apesar de seguir um cronograma mensal, o aposentado poderá sacar o seu FGTS a qualquer momento, sem que precise observar as datas que foram estabelecidas pelo Governo. Sendo assim, se você se aposentou, porém continua trabalhando em um mesmo lugar, você poderá sacar mensalmente o seu fundo, já que esse é um direito que você tem, conforme a previsão da lei.

Não caia em pegadinhas

Se alguém lhe disser que você não possui o direito ao saque do FGTS somente porque é aposentado e ainda trabalha, cuidado. Se considerado o modo regular, realmente o aposentado somente poderia realizar o saque após a demissão.

Porém, o Governo Federal viabilizou que as pessoas que não foram demitidas, incluindo então os aposentados, também viessem a sacar o seu INSS inativo. Ou seja, aqueles valores que estavam estagnados em suas contas.

Essa estratégia foi tomada, conforme o próprio governo, com a finalidade de que os brasileiros que já trabalharam ou que ainda trabalham com a carteira assinada pudessem ter o seu acesso ao valor do FGTS, equilibrando as suas contas em caso de crise econômica.

Como sacar o FGTS para os aposentados?

Se você é aposentado, mas, ainda assim, não sabe como fazer para sacar o seu FGTS, pode ficar tranquilo. O processo é muito simples.

Como já foi citado anteriormente, todos os meses o fundo é recolhido pelo empregador, destinado após para o pagamento do beneficiado. Sendo assim, para que o aposentado possa retirar o seu FGTS, basta que ele se dirija em horário de atendimento a uma das agências de atendimento da Caixa Econômica Federal, solicitando que gostaria de sacar os valores que estão em seu nome.

Vale relembrar que esse processo somente é válido para os idosos, já que as demais pessoas precisam seguir o cronograma estabelecido.

Aposentado pode continuar trabalhando?

É assegurado por lei que os aposentados podem continuar trabalhando, já que existe o direito de recolhimento de FGTS do mesmo. Isso ajuda, e muito, no complemento da renda, por exemplo.

Porém, se você se aposentou, mas mudou de empresa, não terá o direito mensal aos valores. Sendo assim, o direito somente é válido para aqueles que continuaram na mesma organização, já que é mantido o vínculo empregatício.

Como consultar o FGTS do aposentado?

Se você quiser, pode consultar o seu FGTS sem burocracia e com muita facilidade. Basta comparecer a uma das agências da Caixa Econômica, levando os seus documentos pessoais.

Além dessa opção, o mesmo ainda pode ser conferido através do aplicativo da instituição. Essa modalidade é muito tranquila e garante que o aposentado evite as longas filas para ser atendido, podendo fazê-lo diretamente de sua casa, sem nenhuma complicação para isso.

No momento do saque, todavia, é importante ressaltar que o aposentado tem toda a prioridade, em caso de que os valores do fundo estejam terminando.

Se surgir mais alguma dúvida sobre o saque, basta acessar o site da Caixa Econômica, no endereço eletrônico http://www.caixa.gov.br. Lá estão explicadas todas as eventuais perguntas que podem surgir no processo. Além disso, ainda é possível ligar para a Central de Atendimento, no telefone 0800-726 0101 e falar diretamente com um dos atendentes para maiores esclarecimentos.

Por Kellen Kunz

FGTS de aposentados


Os aposentados têm alguns direitos que ficam esquecidos por alguns, como o saque do valor integral do FGTS, prioridade de restituir o Imposto de Renda, manutenção do plano de saúde e isenção do IPTU.

Os cidadãos aposentados possuem alguns direitos que podem trazer maior comodidade às suas vidas, mas a verdade é que a grande maioria deles não possui conhecimento a respeito desses benefícios ou, então, não sabe aonde ir para reivindicar seus direitos.

Dessa forma, caso o leitor tenha se aposentado ou conhece alguém que já conseguiu garantir a sua aposentadoria, as informações abaixo podem ir de auxílio e talvez esclarecer alguns destes direitos.

O primeiro direito que será colocado em questão é o do saque do valor integral do FGTS. Assim que o contribuinte se aposenta ele tem todo o direito de sacar todo o dinheiro do FGTS, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Dessa forma, o que pouco se sabe é que, após a sua aposentadoria, caso ele permaneça trabalhando nessa mesma instituição, é direito desse trabalhador realizar o saque desses novos depósitos mensalmente. Por outro lado, caso esse trabalhador decida trocar de trabalho, o saque poderá ser liberado somente quando houver o término do contrato.

Segundo informações fornecidas pelo INSS, isto é, Instituto Nacional do Seguro Social, quando o trabalhador se aposenta recebe em sua casa, por meio dos Correios, uma Certidão para Saques de pagamentos como FGTS, PIS e Pasep, bem como uma carta de concessão da aposentadoria. Caso seja necessário, é possível solicitar ao INSS o envio de uma segunda via, para o mesmo endereço. Basta que o cidadão aposentado ligue para o número 135 ou acesse o site da instituição responsável pelo documento em questão. O fato é que com o documento em mãos tudo fica mais fácil, uma vez que ele fornece instruções de como calcular o valor do benefício e além de tudo, também informa qual é o banco que fica responsável pelo dinheiro.

O segundo direito também pouco conhecido entre os aposentados e baseia-se, principalmente, na prioridade de restituir o Imposto de Renda. Isto é, em casos de erros na declaração do Imposto de Renda, se o contribuinte possuir mais de 60 anos de idade, ele tem maior prioridade se exigir que seja feita uma correção nesses deslizes.

Já o terceiro direito trata-se da manutenção do plano de saúde. Caso o trabalhador pagasse pelo custo mensal de algum plano de saúde, ele possui todo o direito de continuar tendo acesso à assistência médica daquele período em que estava exercendo sua função. Dessa forma, o convênio pode continuar sendo usado no caso de o trabalhador ter contribuído por mais de 10 anos. Dessa maneira, efetuando o pagamento da mensalidade de forma integral, o trabalhador e seus dependentes podem manter o plano de saúde. Por outro lado, os trabalhadores que fizeram contribuições em um tempo inferior aos 10 anos estipulados por lei, podem continuar tendo acesso ao plano de saúde, mas por tempo limitado, isto é, correspondente aos anos que ele pôde contribuir.

O quarto direito é a isenção do IPTU. No entanto, esse benefício é válido apenas em alguns municípios do país. Dessa maneira, é melhor que o aposentado vá até a prefeitura de sua cidade e lá busque confirmações se essa lei é válida ou não.

É importante que os aposentados tomem conhecimento dos seus direitos, já que, na Constituição Brasileira, grande parte dos direitos garantidos veio depois de muita luta e esforços de geração que antecederam a esta. Além disso, é necessário que eles se orientem a respeito de quais documentos e órgãos são necessários procurar, com o intuito de conseguirem resolver as suas pendências.

Sabe-se que, nos últimos tempos, o atual Presidente da República, Michel Temer, vem persistindo na ideia de aumentar a idade mínima para que o trabalhador possa se aposentar. Além dessa mudança, outras também foram cogitadas nas Leis Trabalhistas. Com isso, o país fica dividido: de um lado as autoridades elegidas pelo povo, criando projetos de lei que mais prejudicam do que realmente auxiliam os trabalhadores atuais e do outro lado, fica a classe trabalhadora à mercê das decisões tomadas por políticos que não representam suas ideias e convicções sobre o futuro previdenciário do Brasil.

Por Ana Paula Oliveira Coimbra

Carteira de Trabalho


Seleção oferta 134 vagas para idosos cursarem graduação na UFGD.

As instituições de ensino superior no Brasil, nos últimos anos, têm realizado diferentes iniciativas para proporcionar formação superior a brasileiros que até então não tinham oportunidade de se matricular em uma graduação. E uma das últimas faculdades a propor este tipo de iniciativa foi a Universidade Federal da Grande Dourados, a UFGD, localizada no município de Dourados no estado do Mato Grosso do Sul. A instituição está com mais de 100 vagas abertas para idosos que desejam frequentar as aulas em determinadas disciplinas de cursos superiores da universidade. Confira todas as informações.

Sobre as vagas oferecidas na UFGD

A UFGD vai oferecer ao todo 134 vagas para 30 matérias em 10 cursos superiores. Os interessados podem assistir aulas de até duas matérias em diferentes cursos de graduação. Confira agora os cursos, as disciplinas e quantas vagas estão sendo disponibilizadas neste projeto:

Curso: Relações Internacionais:

01 vaga para pensamento social e político latino-americano.

01 vaga para história do Brasil.

01 vaga para tópicos em relações internacionais II.

01 vaga para geografia econômica e desenvolvimento regional.

Curso: Química / Bacharelado:

04 vagas para ciência e cotidiano.

04 vagas para química geral I.

Curso: Psicologia:

03 vagas para ética e paradigmas do conhecimento.

03 vagas para corpo, saúde, sexualidade.

Curso: História:

07 vagas para história regional.

07 vagas para cultura brasileira.

07 vagas para arquivística.

07 vagas para museologia.

07 vagas para historiografia e história das mulheres.

Curso: Engenharia de Alimentos / Nutrição:

05 vagas para sustentabilidade na produção de alimentos e energia.
01 vaga para microbiologia de alimentos.

05 vagas para metodologia científica e tecnológica.

Curso: Ciências Biológicas:

10 vagas para controle da poluição das águas e tratamento de efluentes.

02 vagas para educação ambiental: fundamentos e práticas.

03 vagas para biologia e conservação de meliponíneos.

Curso: Ciências Contábeis:

10 vagas para contabilidade de custos.

10 vagas para administração financeira.

Curso: Administração de Empresas:

05 vagas para direito empresarial.

05 vagas para gestão por processos.

03 vagas para empreendedorismo e inovação.

03 vagas para psicologia organizacional.

05 vagas para ciência e cotidiano.

Curso: Pedagogia:

05 vagas para temas emergentes em educação.

Curso: Educação Física:

03 vagas para teoria e prática dos esportes coletivos.

03 vagas para medidas e avaliação em educação física.

03 vagas para aprendizagem e controle motor.

Para conferir a carga horária, os professores, o prédio e horário de cada aula. Os interessados devem acessar o seguinte link: http://files.ufgd.edu.br/arquivos/editais/78/PROEX/Edital%20Conjunto%20PROEX-PROGRAD%20n%C2%BA%2001-2018%20-%20Terceira%20Idade%20na%20Universidade%201%20sem.pdf.

Pré-requisitos para a participação e também para a formação do público

Os interessados em se cadastrar nas disciplinas precisam ter a partir de 55 anos de idade. Além disso, ele precisa ter a disponibilidade de iniciarem as aulas no mês de março e ter presença em mais de 75% dos encontros. E, por fim, conseguir uma nota com o valor mínimo de 6,0 nas avaliações propostas em cada disciplina, para ao final da disciplina receber o certificado confeccionado pela Universidade Federal da Grande Dourados.

Período de inscrições e documentos necessários

Os idosos interessados têm o dia 14 de março para realizar a inscrição. Para realizá-la o interessado precisa comparecer na sede da Secretaria do Centro de Formação da UFGD, localizada na Rua João Rosa Góes, número 1.761, bairro Vila Progresso. De segunda a sexta-feira, no horário entre 08h e 11h e das 14h às 17h.

Os candidatos precisam levar cópias e originais dos seguintes documentos:

Diploma escolar (qualquer que seja o nível).

Carteira de identidade.

Ficha de matrícula preenchida que pode ser impressa no link disponibilizado no tópico “Sobre as vagas oferecidas na UFGD”.

A inscrição é gratuita.

Processo seletivo para a escolha dos candidatos

As 134 vagas vão ser preenchidas de acordo com a chegada dos candidatos. Os interessados não vão passar por nenhum tipo de avaliação. As aulas vão começar no dia 19 de março. Entretanto, no dia 16 de março acontece um evento de apresentação para os novos alunos da Universidade Federal da Grande Dourados.

Boa sorte!

Por Isabela Castro


Idosos com 60 anos ou mais já podem sacar o fundo PIS/Pasep.

Os direitos relacionados aos contribuintes variam de acordo com a sua situação e neste momento a oportunidade consiste no fato de que idosos com 60 anos ou mais já podem sacar o fundo PIS/Pasep.

O que é o fundo PIS/Pasep

De forma inicial, o fundo PIS/Pasep consiste em um fundo no qual, até o ano de 1988, empresas privadas e também órgãos públicos depositavam valores financeiros para os funcionários integrantes do seu quadro pessoal.

Com isso, todo trabalhador ou servidor público possuía uma cota neste fundo delimitado até a data de 04 de outubro de 1988 sendo que depois desta data a arrecadação passou a ser destinada ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) que paga benefícios como abono-salarial e seguro-desemprego.

Informações básicas sobre saque fundo PIS/Pasep idosos mais 60 anos

Os idosos com 60 anos e mais podem sacar os valores financeiros que possuem referente ao fundo PIS/Pasep a partir desta quarta-feira – dia 24 de janeiro de 2018 – sendo que os portadores de contas no banco do Brasil e Caixa Econômica Federal já receberam o valor em conta no dia 22 de janeiro de 2018.

Com relação ao montante pago, segundo o Ministério do Planejamento o valor mínimo é de R$750,00 com a média de pagamento, considerando PIS e PASEP, é de R$1.200,00.

Orientações para consultar o valor do saque do fundo PIS/Pasep

O saque do fundo PIS/Pasep por idosos mais de 60 anos para ser feito deve, primeiramente, verificar o valor disponível sendo esta ação possível nos seguintes meios:

· Site oficial da Caixa Econômica Federal

· Aplicativo Caixa Trabalhador para dispositivos móveis

· Telefone 0800-726-0207

Em todas as alternativas é preciso que os interessados informem o NIS que está presente na carteira de trabalho, extrato do FGTS ou, ainda, no cartão cidadão.

Além disso, para a realização da consulta relacionada com o PIS é preciso cadastrar uma senha na internet a qual pode ser obtida de duas maneiras diferenciadas:

1. Portadores de senha cartão cidadão: neste caso é preciso acessar o site CEF (servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01) informando, em seguida, número do NIS para que seja feita a solicitação do cadastro de senha.

2. Não portadores de senha cartão cidadão: é necessário acessar o site da Caixa Econômica Federal (servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01) para cadastrar a senha deste cartão e em seguida aquela relacionada ao acesso virtual para a consulta de saldo no fundo PIS/Pasep.

Para aqueles que possuem Pasep basta acessar o site oficial do Banco do Brasil informando dados como:

· CPF e data de nascimento

· Número de registro no Pasep

Como fazer o saque do fundo PIS/Pasep por idosos com mais de 60 anos

Assim que houver a confirmação quanto ao valor total relacionado com o saque basta que o titular da cota se dirija a uma agência da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil com documentos de identificação.

Esta retirada pode ser feita enquanto a medida provisória que reduziu a idade para esta retirada a 60 anos estiver em vigor, ou seja, até o dia 06 de maio de 2018 caso não seja convertida em lei pelo Congresso Nacional.

Nos casos em que o idoso que era cotista do fundo PIS/Pasep já tenha falecido os herdeiros podem realizar o seu saque a qualquer momento, independente do calendário determinado.

Para isso, é preciso apresentar documento oficial de identificação bem como comprovação de que é herdeiro do cotista considerado nos seguintes locais:

· Agência da Caixa Econômica federal: se titular do fundo PIS/Pasep era trabalhador em empresa privada

· Agência do Banco do Brasil: caso o titular do fundo PIS/Pasep era servidor público

Conclusão

Deste modo, os idosos com 60 anos ou mais já podem sacar o fundo PIS/Pasep sendo preciso apenas conferir o valor disponibilizado em cada caso e se dirigir ao local recomendado para o seu devido recolhimento.

Por Ana Camila Neves Morais

Saque Fundo PIS


Confira o que um Cuidador de Idosos faz, quanto ganha e o que precisa para se tornar um.

Também chamado de acompanhante, o cuidador de idosos é o profissional que trabalha prestando cuidados para as pessoas da terceira idade. O trabalho compreende atividades rotineiras como, por exemplo, fazer e servir refeições, dar remédios, acompanhar em consultas médicas, auxiliar nas tarefas do dia a dia, além de promover a saúde, higiene, lazer e bem-estar.

Devido ao aumento da expectativa de vida da população brasileira nas últimas décadas, também há uma demanda maior pelos serviços prestados pelos cuidadores de idosos, especialmente nas grandes cidades, em que muitas pessoas da terceira idade vivem sozinhas ou os seus familiares não têm tempo para cuidá-los o dia todo.

Confira abaixo tudo que você precisa saber sobre a profissão de cuidador de idosos!

Como se formar na profissão

Para trabalhar como cuidador de idosos não é necessário ter uma formação específica. No entanto, no momento de contratar esse profissional, a maioria das famílias costuma dar preferência para os cuidadores que possuem cursos na área, como primeiro-socorros, auxiliar de enfermagem ou graduação em enfermagem, uma vez que será preciso cuidar da saúde e administrar os remédios da pessoa.

Na atualidade, também é possível encontrar cursos específicos para acompanhar e cuidar de idosos ou pessoas portadoras de necessidades especiais. Dessa forma, para que o profissional cresça e se destaque nesse setor, é recomendado cultivar o hábito de se atualizar por meio de cursos que contribuam positivamente para com o seu campo de atuação, participando de palestras e workshops.

Requisitos exigidos

Embora não seja preciso ter uma formação específica, o cuidador deve ter algumas características importantes para exercer a função, tais como:

· Ter paciência;

· Gostar de cuidar de pessoas;

· Ser responsável;

· Ter sensibilidade;

· Ser organizado;

· Ter simpatia e empatia;

· Estar sempre se atualizando profissionalizando;

· Ter um método de trabalho;

· Ser flexível, dinâmico e delicado.

O que faz

O cuidador de idosos é incumbido de realizar as seguintes tarefas no seu dia a dia:

· Fazer companhia para o idoso;

· Administrar e dar remédios seguindo a prescrição médica;

· Cuidar da higiene pessoal do idoso quando o mesmo quando não consegue realizá-las;

· Fazer e servir as refeições de acordo as recomendações médicas;

· Levar o acompanhado para atividades físicas e demais passeios a lazer;

· Acompanhar o idoso durante as consultas médicas ou fisioterapia;

· Cuidar do bem-estar do acompanhado;

· Auxiliar nas tarefas rotineiras do idoso;

· Manter-se atento ao estado de saúde da pessoa, reconhecer possíveis problemas e aplicar os procedimentos necessários para tratar cada situação;

· Estar em contato com os familiares do idoso para informá-los sobre as atividades realizadas e o estado de saúde;

· Entrar em contato com o médico do acompanhado quando houver necessidade.

Mercado de trabalho e salário

Ao atuar como cuidador de idosos, você poderá trabalhar na casa do acompanhado ou prestando serviço em conjunto com equipes de profissionais em hospitais, casas de saúde e asilos. Esse mercado vem crescendo consideravelmente a cada ano, isso porque a medicina e as suas tecnologias têm aumentado a expectativa e qualidade de vida da população brasileira.

Na maioria das vezes, o cuidador de idosos trabalha diretamente na casa do acompanhado, uma vez que a individualidade do cuidado traz mais qualidade na prestação do serviço.

Como a profissão ainda não é considerada uma classe profissional diante da lei, não existe uma faixa salaria própria para essa área. Porém, estima-se que para quem está ingressando nessa carreira e tem pouca especialização, a remuneração inicial é de um salário mínimo. Mas, para quem está no mercado há bastante tempo, tem cursos e especializações, qualificação, e boas referências, os ganhos podem variar de R$ 1.500,00 a R$ 2.000,00.

Por Simone Leal


Pessoas da Terceira Idade estão cada vez mais ativas no mercado de trabalho e encontram oportunidades de atuação em diversas áreas.

Em tempos de crise, uma das maiores dificuldades da população brasileira, principalmente, a economicamente ativa é manter um padrão econômico que possa proporcionar uma qualidade de vida bem adequado.

Por isto, um dos grandes problemas que atormentam o trabalhador brasileiro em tempos de recessão econômica é a falta de vagas no mercado de trabalho.

Este dilema agrava-se ainda mais à medida que o tempo vai passando e o trabalhador vai envelhecendo e perdendo a sua força e capacidade de trabalho permanente.

Aliado a isso, podemos citar o fato de que o panorama atual do mercado de trabalho exige cada vez mais de sua mão obra ativa, tanto em termos de capacitação e conhecimento quanto de disposição física, inteligência, competência, facilidade de se relacionar com o demais e uma incrível capacidade de se adaptar rapidamente às mudanças que são impostas a cada dia.

Neste sentido, quem tem mais idade acaba por ficar para trás, sendo que o perfil da maioria das empresas que contratam, é ter dinamismo, estética, disposição física e beleza que sempre excluem aqueles com maior idade e com mais conhecimento e experiência a oferecer.

Apesar desta tendência do mundo corporativo atual, um número cada vez mais frequente de empresas vem apostando tanto na experiência quanto no conhecimento daqueles que possuem muita coisa para transmitir aos mais jovens.

Em várias capitais brasileiras, a força de trabalho dos mais experientes ganha força e as contratações tendem a subir nos próximos anos.

Em Curitiba, capital do estado do Paraná, na região sul do Brasil e que é considerada uma das cidades com um dos melhores padrões de qualidade de vida no país, as contratações para pessoas da terceira idade são cada vez mais frequentes.

Em virtude de uma adaptação natural da demanda por certos tipos de profissionais no mercado e que ocorre com a mudança das necessidades da vida em sociedade, os que possuem mais idade podem ser muito mais bem aproveitado e ter mais chances de emprego.

Na capital curitibana, por exemplo, com o sucesso do aplicativo de transporte alternativo, o Uber e outros, é cada vez maior a presença de motoristas com muito cabelos grisalhos trabalhando para o serviço.

Além de contar com toda a experiência, estes motoristas conhecem melhor a cidade e são muito mais prudentes e cautelosos na hora de transportar os passageiros. Além disto, a maioria já possui uma tendência natural em não pisar mais fundo no acelerador com frequência.

Se você já entrou na terceira idade e está em busca de uma segunda ou terceira fonte de renda para complementar a aposentadoria, basta acessar o site do aplicativo clicando aqui (www.uber.com/p/dirija/?utm_source=AdWords_NonBrand&utm_campaign=search-google-nonbrand_25_-99_br-national_d_txt_acq_cpc_pt-br_%7Bkeyword%7D_%7Btargetid%7D_%7Bcreative%7D_%7Badgroupid%7D_%7Bmatchtype%7D_%7Bdevice%7D&cid=%7Bcampaignid%7D&adg_id=%7Bad) e obtenha todas as informações para se cadastrar no serviço.

Para quem mora em Curitiba e procura uma ocupação como outra fonte de renda e também para sair de casa, principalmente, se você sempre foi uma pessoa ativa nos tempos quando era mais jovem, uma alternativa são os milhares de sites que se multiplicam na internet e que ofertam vagas todos os dias.

Um exemplo é o site Jobrapido, que possui vários anúncios para pessoas mais idosas e que não querem sair do mercado de trabalho, seja por opção ou por necessidade.

Nesta página, os candidatos podem digitar no campo de procura os termos ‘idoso’ e ‘ Curitiba’ e várias vagas aparecem como resultado de busca. Caso você queira receber diariamente as mesmas diariamente, basta cadastrar um email válido e elas serão enviadas para que você possa se manter bem informado.

Depois que você receber a lista de oportunidades, basta acessar cada um delas e tentar marcar uma entrevista. Antes disso, talvez seja necessário enviar um currículo para o empregador. Mas isto vai depender de cada um. Portanto, diante das boas expectativas, basta desejar boa sorte e torcer para ser contratado.

Por Emmanoel Freire Gomes


Embracon oferta 8 vagas de emprego para pessoas com idade acima dos 50 anos no cargo de Vendedor Externo em Ponta Grossa, Paraná.

No Brasil, atualmente, existem muitas pessoas mais velhas que ainda estão no mercado de trabalho. Existem casos de indivíduos que já se aposentaram, mas partiram para uma nova experiência e outras que nunca interromperam suas carreiras profissionais. Levando em consideração, toda a experiência e maturidade dessas pessoas, muitas organizações estão abrindo processos seletivos para pessoas mais velhas que já estão aposentadas ou em um segundo caso, que querem mudar de emprego. E uma das entidades que está com vagas abertas para pessoas com mais de 50 anos é a Embracon. Saiba agora todas as informações a respeito dessa oportunidade de emprego. Quem sabe essa não é uma grande chance para você mudar os rumos de sua vida profissional.

Fundada no final dos anos 80 no estado de São Paulo, mais precisamente em 1988, a Embracon é uma empresa de consórcios brasileira. Com quase três décadas de atuação no mercado nacional, a Embracon figura na lista das principais empresas de consórcio do país. O grupo atua em diferentes negócios de consórcios como: automóveis (carros e motos), imóveis, dentre outros, oferecendo esse tipo de negócio para pessoas físicas ou para pessoas jurídicas. A companhia monta os melhores consórcios para que pessoas ou empresas consigam realizar o seu desejo de possuir o próprio bem, com as melhores e mais justas condições de pagamento. Devido à qualidade de seu trabalho, a Embracon é uma das empresas favoritas para os brasileiros quando de trata de um consórcio.

A Embracon, nos dias atuais, conta com 100 unidades em todo o país e seu quadro de funcionários possui mais de 2.5000 nomes de funcionários. A empresa tem o desejo de aumentar ainda mais a sua participação em todo o país. E para cumprir essa meta, a entidade traçou alguns objetivos e um deles é aumentar o seu número de funcionários. De tempos em tempos, a Embracon realiza diferentes processos seletivos, como: programa de trainee, programa de estágio, contratações para postos de trabalho específicos e outros. Dessa vez, o grupo resolveu oferecer vagas de emprego para pessoas que possuem mais de 50 anos. Pois, a empresa acredita que essas pessoas com uma maturidade maior podem contribuir de forma significativa para os planos da Embracon.

Saiba agora quantas vagas e qual a função que está sendo oferecida: ao todo a empresa de consórcio paulista vai oferecer cerca de 8 vagas para a função de vendedor externo na cidade de Ponta Grossa, no estado do Paraná.

Os candidatos vão ter alguns benefícios, além de uma ótima remuneração, como: plano médico, plano de carreira, plano odontológico, vale – refeição, vale – transporte e comissões dependo da atuação do vendedor. A inserção dos novos funcionários vai se dar por meio da contratação em regime de Consolidação das Leis do Trabalho, o famoso CLT. Ou seja, a contratação é feita através de um contrato entre as duas partes, o contratante e o contratado. Além de possuir todos os direitos que asseguram um trabalhador brasileiro. Para se candidatar ao cargo, a Embracon pede que o interessado tenha experiência em vendas. Além disso, é necessário que ele tenha formação completa no Ensino Médio ou que esteja cursando um curso de graduação em alguma instituição brasileira. Ainda é necessário que o candidato tenha o próprio automóvel para que possa usar durante o expediente de trabalho. Caso ele também já tenha uma boa relação de nomes que possam ser futuros clientes da Embracon, esse fato pode ser uma diferenciação entre os demais candidatos.

Se você atende aos requisitos e se interessou, é muito simples se inscrever no processo seletivo, basta acessar o seguinte endereço eletrônico: http://www.euceiembracon.com.br/portal/layout/694/emb/login_inicial.asp?V29ya3NwYWNlSUQ9MjYxJmt0X2RpZGF4aXM9dG9w. Realize o seu cadastro, informe todos os seus dados de maneira correta e anexe o seu currículo. Depois é só esperar pelo contato do setor de Recursos Humanos da Embracon.

Boa sorte!

Por Isabela Castro


Totvs oferta vagas de emprego para profissionais com idade superior a 50 anos.

A empresa Totvs anunciou, recentemente, que abriu vagas de emprego para profissionais que possuam idade superior a 50 anos.

É isso mesmo que você leu! Agora, as pessoas que possuem mais de 50 anos vão ter a oportunidade de se reinserir no mercado de trabalho. E a empresa Totvs é a grande responsável por dar preferência a profissionais dessa faixa etária, com o intuito de desconstruir a imagem de que pessoas mais velhas devem estar aposentadas ou então inválidas para executarem suas funções profissionais.

Para quem não sabe, a empresa Totvs desenvolve softwares e plataformas visando vendê-las para outras empresas. A Totvs está operando há cerca de 34 anos. Durante esse período foi definido que a sede da empresa seria instalada na cidade de São Paulo, mas o negócio cresceu, então, além de possuir várias filiais no território brasileiro, a Totvs ganhou o mundo e foi oferecer seu serviço de qualidade para outros países como Estados Unidos, México e Argentina.

Nos últimos anos, a Totvs vem ganhando cada vez mais reconhecimento dentro do território brasileiro. Talvez, simplesmente, o segredo de tanto sucesso se dê ao mesclar toda a tecnologia de ponta que o mundo atual oferece aos profissionais dessa área, somado ao conhecimento e às técnicas daqueles que, quando estavam iniciando suas carreiras profissionais, não tiveram acesso a tanta informação e, dessa forma, utilizaram outros recursos e modificaram o modo de pensar para que os serviços oferecidos durante aquele período tivessem quase a mesma eficiência se comparado aos de hoje em dia.

De acordo com a diretora de recursos humanos da empresa, Rita Pellegrino, a Totvs visa, acima de tudo, contratar profissionais que sejam interessados, curiosos, responsáveis e tenham facilidade de comunicar-se com os clientes. Dessa forma, é enfática em ressaltar que essas características de nada tem a ver com a idade do profissional. Muito pelo contrário, esse profissional pode pertencer a qualquer faixa etária. No entanto, não se pode negar que a maior parte deles está entre a maior faixa etária que, por consequência, será aquela com profissionais que possuem mais experiência profissional.

Olhando por esse ângulo parece que todas as partes envolvidas saem ganhando. Isso porque, geralmente, quem trabalha nessa área são jovens, muitas vezes, recém formados e que ainda estão adquirindo experiência. Desse modo, ao contratar alguém com mais de 50 anos, acredita-se que essa pessoa possua experiência e, portanto, o trabalho pode render ainda mais. É só pensar o seguinte: o empregado com mais experiência pode orientar e tirar a dúvida dos mais jovens e ao mesmo tempo pode fazer uma reciclagem dos seus conhecimentos e aprender com os mais jovens quais foram as principais mudanças que ocorreram nas faculdades de Ciência da Computação nos últimos anos.

Sendo assim, podemos dizer que há um aprendizado mútuo.

Então, caso o leitor tenha passado dos 50 anos ou conhece alguém que possui e está sem emprego, não se esqueça que essa pode ser a grande oportunidade de reverter essa situação. Para isso, basta acessar ao seguinte endereço eletrônico: www.totvs.com. Depois disso, é muito fácil realizar um cadastro com informações pessoais para a reserva da empresa. Vale ressaltar ainda que não importa necessariamente qual é a formação superior, já que, a empresa visa realizar contratações em diversos cargos diferentes e não apenas a área de tecnologia.

Sabe-se que essas oportunidades de emprego vieram em boa hora, uma vez que, como já é do conhecimento de todos, a crise política que teve início e 2015 acabou por interferir no cenário econômico. Sendo assim, inúmeras empresas tiveram que demitir funcionários, inclusive os mais antigos, que, por consequência sofrem mais preconceito por parte das empresas quando tentam voltar ao mercado de trabalho.

Por Ana Paula Oliveira Coimbra


Empresa abre vaga de emprego na área de Departamento Fiscal para profissionais da terceira idade.

O número de idosos que estão voltando para o mercado de trabalho aumenta cada dia mais. Estudos mostram que o número de pessoas com 50 anos ou mais que estão inseridos no mercado de trabalho subiu bastante nos últimos anos. As causas que motivam essa volta para o mercado de trabalho podem ser várias, desde a necessidade de complementar a renda da família até pela necessidade de se sentirem mais produtivos, mais ativos ou por prazer.

Apesar de precisarem tomar alguns cuidados mais específicos em relação a contratação de funcionários da terceira idade, empresas estão cada vez mais investindo na ideia e trazendo esses profissionais de volta, isso está ocorrendo também muito por conta da experiência e da bagagem profissional que eles possuem, trazendo assim inúmeros benefícios para o andamento e crescimento da empresa, pois muitas vezes demonstram um resultado excelente na realização de várias tarefas que exigem bastante conhecimento sobre a área de atuação, conhecimento esse que os idosos possuem de sobra e que foram adquiridos devido aos muitos anos de trabalho.

Mesmo com toda experiência na área de atuação é importante que o idoso se mantenha atualizado em relação a novas ferramentas de trabalho. É muito importante, por exemplo, que eles realizem alguns cursos, principalmente voltados para a informática, já que cada vez a tecnologia evolui mais rápido e novas formas, procedimentos e rotinas são criadas em todos os nichos e segmentos.

Visando recolocar idosos no mercado de trabalho a empresa Thomas Técnica Com. Elem, Transmissão Ltda está com uma vaga em aberto voltada para os profissionais da terceira idade que querem atuar na área de Departamento Fiscal.

O futuro funcionário será responsável por todas as entradas e saídas de notas fiscais no sistema interno da empresa. O horário de trabalho é de segunda a sexta-feira em horário comercial e o local de trabalho será no Jabaquara, próximo ao aeroporto de Congonhas.

O salário é fixo, mas o valor não foi divulgado. Possui benefício como vale refeição e a empresa também disponibiliza o vale transporte.

Para quem tiver interesse em se candidatar e participar do processo seletivo que será realizado pela Thomas Técnica Com. Elem. Transmissão Ltda, deverá entrar em contato com a empresa através do e-mail ou do telefone e pedir para falar com Júlia.

O telefone para contato é 11 5035 – 1144 e o e-mail é julia@thomasecnica.com.br.

A empresa presta serviços como projetos de automação industrial, manutenção de freios e embreagem industrial, reposição de peças entre outros. Realizam também consultorias voltadas para a adaptação de freios e embreagens industriais, segurança de prensa, avaliação de solução de engenharia, assessoria na escolha correta de equipamentos e fabricação de mesas e dispositivos para unidades de giro. É uma empresa 100% nacional, que está no mercado há muitos anos, foi fundada em 1979 e atua na fabricação, importação e comercialização.

Atua na comercialização de produtos como, por exemplo, acoplamento linear, acoplamento de elastômetro, acoplamento de engrenagem, acoplamento de tambor, acoplamento de lâmina, acoplamento de fole, acoplamento de elástico, anel de fixação, bucha de fixação, junta universal, freio embreagem universal, disco de contração, eixo cardan, limitador de torque, mesa indexadora, splinder, porca de encosto, sistema de fixação entre outros.

A Thomas Técnica Com. Elem. Transmissão Ltda ainda representa diversas empresas como Goizper, RW, Jaure, Gewes e Berg.

Como podemos observar, trata se de uma empresa que está muito bem colocada no mercado, representando ótimas empresas, comercializando produtos de qualidade e prestando diversos serviços, inclusive consultorias, tudo para facilitar a vida do cliente ou empresa que precisam de seus serviços.

A empresa possui um site com todas as informações sobre seus serviços prestados e sobre contato. Quem tiver interesse em saber mais sobre a vaga ou sobre a empresa deve acessar www.thomastecnica.com.br e obterá mais informações.

Por Lorena Ruiz


Confira algumas dicas de como conseguir um trabalho após a aposentadoria.

Muitas pessoas após anos e anos no mercado de trabalho se aposentam, benefício este concedido há muitos anos na constituição brasileira. Entretanto, com as variações nas regras para se dar entrada no processo de aposentadoria, muitas pessoas acabam se aposentando cedo e ainda sentem a necessidade de continuar sendo produtivas. Por isso, hoje no Brasil é muito comum que aposentados continuem trabalhando exercendo ofícios parecidos com o que exerciam anteriormente ou então mudam completamente de posto de trabalho.

Se você está aposentado ou está no processo de aposentadoria e está pensando em continuar trabalhando, confira agora cinco dicas para conseguir trabalho após a aposentadoria e funções que podem ser exercidas.

05ª dica: a internet pode ser a sua melhor amiga para o começo

Você acabou de se aposentar e não sabe por onde começar a procurar um novo emprego. A sua solução está na internet. Pois, nos dias atuais existem muitos endereços eletrônicos, sites e blogs especializados em divulgar vagas de trabalho para diferentes níveis de escolaridade, em distintas localizações e claro nos mais diversos postos de trabalho. Então, o primeiro passo é procurar um site onde são postadas as oportunidades de emprego na sua cidade ou em cidades vizinhas. Consulte com frequência esses endereços eletrônicos e anote as vagas que mais lhe chamarem a atenção. Após isso, o próprio site faz a ponte entre você e o empregador. Além disso, muitas vezes, esses sites já informam dados como remuneração, carga horária, benefícios, dentre outros.

04ª dica: empreste o seu conhecimento para os mais novos

Repare uma coisa, na grande maioria das vezes quando se oferece uma vaga de emprego uma das exigências é que os candidatos tenham experiência, não é mesmo? E os candidatos mais novos, muitas vezes acabam de se formar e não possuem essa tão desejada experiência que as organizações solicitam. Que tal você “vender” a sua experiência? Como? Preste consultorias para esses jovens, ensine para eles tudo o que você aprendeu nos anos que permaneceu no mercado de trabalho. Como se comportar e agir em diferentes situações. Quais as melhores soluções para diferentes eventualidades. O mercado de consultoria vem crescendo e ganhando força no Brasil. Você pode fazer isso oferecendo diretamente ao jovem ou então propondo uma parceria com as empresas, para que ela ofereça esse tipo de serviço durante um processo seletivo na contratação de novos profissionais.

03ª dica: empreender é a ordem do momento

O Brasil ainda se recupera de uma crise financeira e muitas pessoas tiveram que achar uma solução para este momento menos favorecido economicamente. Devido a isso, muitas pessoas criaram o próprio negócio. E por que você, agora que possui mais tempo e ainda conta com a sua experiência de anos no mercado de trabalho, não faz o mesmo? Nos dias atuais, inúmeras são as organizações que ajudam novos empreendedores. Escolha uma área de negócios que precise de mão de obra e aposte no seu negócio. Comece fazendo um investimento que não comprometa a sua renda familiar e depois com o crescimento do seu negócio, você vai investindo cada vez mais.

02ª dica: faça de seu hobbie uma nova profissão

Muitas pessoas possuem talentos que são verdadeiros hobbies, como: tocar um instrumento musical, costurar, pintar, bordar, cozinhar, artesanato, dentre outros tantos. Agora que você está aposentado, que tal transformar esse hobbie em uma nova profissão, que vai unir a sua paixão a uma renda extra? A dica é oferecer esse tipo de aula para outras pessoas ou então venda o que você produz. Esse tipo de serviço é sempre procurado pelas pessoas, sejam por pais que querem que o filho aprenda coisas novas ou até por adultos que querem praticar algo novo. Peça ajuda de seus familiares e amigos para a divulgação desse seu novo trabalho, assim os clientes vão chegar muito mais rápido.

01ª dica: networking é a uma prática que pode lhe ajudar muito

Pense na seguinte situação, você esteve empregado anos e anos em uma determinada empresa. Com isso, você deve ter conhecido muitas pessoas e se tornado amigo ou colega de um a boa quantidade de indivíduos. Se você está procurando uma ocupação e não sabe por onde começar. Não tenha vergonha, pergunte para essas pessoas se elas não sabem de alguma ocupação. Como vocês já possuem uma relação e um certo grau de conhecimento uma da outra, elas vão saber exatamente o que te indicar, pois, conhecem o seu perfil e a maneira como você trabalha. Então, mantenha sua rede de contatos atualizada mesmo que você esteja aposentado.

Por Isabela Castro


Saiba como se inserir no mercado de trabalho após os 60 anos de idade.

Começaremos este post afirmando: é possível voltar ao mercado de trabalho tendo 60 anos ou mais. Pessoas nesta fase da vida podem estar em busca de um novo emprego por diversos motivos, adequar-se em um outro estilo de vida, estar em busca de fazer algo que realmente goste e se sinta bem fazendo, ou até mesmo por ter sido demitido em fase antecedente a própria aposentadoria. O que leva alguém nesta fase da vida a procurar emprego não é tão importante, o nosso foco no post de hoje é: como conseguir emprego estando acima dos 60 anos.

Quem tem 60 anos ou mais sabe o quanto é difícil e complicado ser admitido em alguma empresa. Por isso preparamos algumas dicas para lhe auxiliar nesta jornada em busca de um novo emprego.

Confira o post com atenção, o mercado de trabalho atual tem se apresentado cada vez mais dinâmico e bastante seletivo, por isso é necessário se organizar para manter-se apto para a tão requerida recolocação no mercado atual.

Veja as dicas!

1. Turbine seu currículo

Lembre-se de que de acordo com a vaga cujo interesse existe, é possível moldar o seu currículo, colocando apenas as informações relevantes para o cargo que vai pleitear. Contudo, usar um formato atual no currículo é imprescindível, uma vez que é preciso demonstrar que você está inteirado. Use tópicos para destacar todas as informações relevantes e pertinentes.

Depois de atualizar o seu CV, procure na internet sites de recrutamento e seleção: Linkedin, InfoJobs, Vagas.com, Indeed etc. Coloque todas os seus dados lá e busque por vagas do seu interesse. Não esqueça de checar sempre a caixa de mensagens!

2. Busque saber a situação atual do mercado na sua área

Faça pesquisas sobre a situação atual do mercado, constatando o que mudou desde que você atuava nele, para não correr o risco de ficar desatualizado diante de uma entrevista, por exemplo, ou ter uma expectativa diferente da realidade em relação. Fora saber sobre o mercado, independente de você atuar na área de costume ou embarcar em novas oportunidades totalmente diferentes.

Pode ser que seja preciso estudar, fazer um curso de reciclagem ou aprender sobre novas técnicas e tecnologias, mas não se amedronte: você vai conseguir! Mantenha-se atualizado, invista em boas qualificações, e vai conseguir se reinserir no mercado rapidamente, temos certeza.

3. Faça uma análise das suas reais qualificações

Em consequência de toda a experiência que você possui, quais cargos e funções você pode ocupar e executar? Tenha em mente a dimensão das suas capacitações! Quando for se apresentar a algum contratador, venda as suas competências e ressalte o que você tem de melhor! O objetivo a ser registrado no currículo deve ser compatível ao que você realmente pode fazer. Assim, você será competente e passará confiança, já que será capaz de cumprir tudo o que prometeu.

4. Trabalhe o seu Network

Contatos! Tanto online quanto offline, manter bons relacionamentos vai te levar longe! Algumas coisas não mudaram: uma indicação vale muito! Por isso, use as redes sociais como ferramenta e mantenha-se sempre conectado nas grandes personalidades da sua área. A participação em eventos também é muito válida! Faça um cartão de visita e, conhecendo pessoas relevantes para o seu objetivo, entregue-o. Capriche na comunicação.

Cuidar de ser disciplinado e não ficar tempo ocioso enquanto não consegue seu trabalho. Para lidar com os preconceituosos de plantão, tire o foco da sua idade e foque na sua capacidade e experiência, além de boa forma.

Sabemos que com persistência é possível alcançar o que você deseja!

Boa sorte!

Por Carolina B.

Idosos no mercado de trabalho





CONTINUE NAVEGANDO: